Indústria fonográfica mostra crescimento: um caminho ascendente

Indústria fonográfica mostra crescimento: um caminho ascendente

Dos últimos 15 anos, 2016 foi ano em que a Indústria da música gravada mais cresceu

Dados de um estúdio desenvolvido pela Midia Research mostram um crescimento de 7% em relação a 2015, em que a Indústria fonográfica alcançou a cifra de $16.100 milhões. Este aumento se deve aos rendimentos do streaming que cresceram 57% em um ano. Para se ter uma ideia, 38 milhões de pessoas se subscreveram nos serviços de streaming no último ano. O Spotify representa 43% dos 106,3 milhões de inscritos em todo o mundo.

Créditos: MIDIA

Mark Mulligan, de MiDIA, comentou sobre estes números: "A indústria da música mudou  em 2016 e os ingressos parecem estar em um caminho ascendente nos próximos anos", mas neste sentido afirma: "Entretanto, o streaming terá que trabalhar duro para compensar o impacto nas mudanças de formato. O número de downloads, por exemplo, caiu 18% em 2016. Se o streaming pode superar a queda nos downloads e mas vendas de discos, aí sim estaremos em um bom momento ."

Apesar da maior parte desse rendimento estar concentrada nas mãos das três principais gravadoras (Universal Music Group, Warner Music Group e Sony Music Group) os artistas independentes foram responsáveis por um ingresso de $5.100 milhões. Estamos em um momento de mudanças significativas na Indústria e há uma oportunidade para aqueles que estão se adaptando às novas maneiras de produzir e distribuir música.

As questões do mundo digital, como formatos, de transmissão e distribuição da música vêm sido amplamente discutidas. E você? Como tem visto a inovação no mercado musical?

Sobre o Autor

La Otra

Soluções criativas no ecossistema musical

Deixe seu comentário