Lançamento de Poeira Dançante, novo álbum de Sol Bueno

Lançamento de Poeira Dançante, novo álbum de Sol Bueno

Quem gosta de música mineira de qualidade não pode perder o show de lançamento do CD Poeira Dançante, da compositora Sol Bueno, na próxima terça-feira, 30 de Maio. O espetáculo conta com 13 canções que retratam a cultura popular do cerrado e da Bacia do São Francisco e acontece no teatro de câmara do Cine Theatro Brasil Vallourec, a partir das 20h.

Além da cantora, haverá participação mais que especial de grandes nomes da música mineira, como Sérgio Pererê, Meninas de Sinhá, Tambores de Luta, Erick Castanho, Marcelo Taynara, Ana F. e Lud Benquerer, além da banda da cantora, composta por Gladson Braga (Percussão), Letícia Leal (Violas), Ricardo Rodrigues (Violões) e Rodrigo Salvador (Rabecas).

Foto: Elisiane Pereira

Poeira Dançante tem sonoridade que a cantautora definiu como Paisagens sonoras do Cerrado: uma forma musical de descrever as passagens pela região, sua fauna, flora, manifestações de cultura popular e lugares, além da influência dos ritmos locais.

“Não é um CD de músicas tradicionais, mas carrega o sentimento da vivência com a riqueza da cultura popular, principalmente dos povos do cerrado, onde nasci e tenho forte ligação afetiva”, conta Sol, que é natural de Pitangui e traz na voz suave e marcante a força de seus ancestrais,
músicos e cantadores populares.

O disco é um convite para desfrutar sutilezas e memórias da cultura popular, em um retrato dos interiores dos múltiplos Brasis nas Gerais. Passeando pelos ritmos e gêneros da folia de reis, congado e moda de viola, Sol costura um delicado encontro musical com objetos simbólicos no imaginário.

“Vem de uma vivência muito profunda, e principalmente de um lugar de escuta. É um pulsar do que o cerrado plantou em mim. Assim, traz o que ouvi de lavadeiras e ladainhas, de curandeiras e contadoras de histórias, como um pedaço de uma janela de mundo. É sutil, mas se propõe forte”, explica a cantora.

A cantora é coordenadora regional em Minas, e cogestora nacional do Dandô – Circuito de Música Dércio Marques, que tem representação no Brasil, Chile, Argentina e Portugal.

Em 2011, Sol produziu a pesquisa e documentário “Mestres da Viola” (ANVB), quando viajou ao longo do Alto São Francisco realizando entrevistas e registros de mestres dacultura popular tocadores de viola. Ela também integra o Coletivo MundicÁ, de artistas e empreendedores criativos em Belo Horizonte.

Leia também as nossas dicas para alavancar sua carreira! Aprenda a fazer anúncios eficientes no Facebook e promova sua música.

Sobre o Autor

Tetê Mesquita

Deixe seu comentário